Ciência,
Por: 10 de junho de 2014

Olho de Sauron avistado por telescópio

O Olho de Sauron foi encontrado a 237 anos luz da Terra, na constelação de Centaurus. Seu descobridor fica no Chile, e é conhecido como SPHERE, sigla de Spectro-Polarimetric High-contrast Exoplanet Research instrument, ou Instrumento de Pesquisa em Alto-contraste Espectro-Polarimétrico de Exoplanetas. Ufa.

O instrumento capturou imagens de uma estrela envolta por um disco de poeira. Embora tenha recebido o nome HR 4796A, pela semelhança, ela foi carinhosamente apelidada de Olho de Sauron.

 

Olho de Sauron
HR 4796A, o Olho de Sauron. E não é que parece, mesmo?

 

Um telescópio comum é incapaz de visualizar a estrela com tanta exatidão. O centro escuro dela, no caso, é visto como um disco de luz estelar que inibe o brilho fraco do círculo de poeira.

O SPHERE, no entanto, filtra a luz estelar e, por isso, é capaz de fazer imagens mais precisas, como essa. Ele também consegue diferenciar a luz de estrelas e o brilho de planetas, com base na sua cor e polarização de luz, e ajusta as imagens de acordo com a atmosfera da Terra para que não haja interferências.

O SPHERE faz parte do VLT (Very Large Telescope), e é uma peça importante na busca e estudo de exoplanetas – planetas que orbitam uma estrela que não seja o Sol.

E vocês, o que acham? Felizes ou tristes por essa estrela não ser parte das grandes obras de Tolkien? Aliás, já pensou se ela é mesmo o Olho de Sauron e está observando todo o universo nesse instante?

 

Fonte: International Business Times

Compartilhe:

O Autor

Carla

Carla

Aspirante a programadora, sonhadora de olhos abertos e questionadora sem respostas. Adora jogos, internet e nomes científicos curiosos. Uma junção de bits estranhos.