Ciência,
Por: 15 de junho de 2014

NASA conduz pesquisa sobre o cheiro dos planetas

Já passou pela sua cabeça qual é o cheiro da Terra? É muito provável que, no universo, exista algum planeta com a suave fragrância de ovos podres, cachorro molhado, ácido ou até de pão fresco. A dificuldade é encontra-los, caso existam, e descobrir o que origina tais odores.

Em uma pesquisa, a NASA encontrou a solução para o problema. E não, ela não vai enviar astronautas para tentar cheirar a atmosfera dos vários planetas já catalogados. Ao invés disso, a agência espacial encontrou uma forma de replicar os cheiros.

Uma equipe de análise realizou testes espectroscópicos através da sonda Cassini, cujos resultados mostram a composição atmosférica do planeta alvejado. Assim, conseguiram leituras detalhadas de Titã, a lua nebulosa e espessa de Saturno.

Através de uma receita, estão tentando recriar as propriedades químicas desse satélite natural. Após adicionarem diferentes ingredientes, a equipe conseguiu uma mistura de metano e oxigênio. A curva espectral produzida pelo gás foi sendo deformada pouco a pouco no processo até se assimilar ao máximo à de Titã.

O resultado final: flatulências e gasolina.

O cheiro do combustível vem do benzeno, composto comum na Terra e encontrado em alguns esmaltes. Titã não possui enxofre – o que faz de seu cheiro algo diferente do real pum humano, mas não exclui a chance de ser tão ruim quanto.

Análises atmosféricas assim serão primordiais na busca por vida extraterrestre. No momento, cientistas estão compilando a lista de planetas com atmosfera predisposta a suportar vida. Em outras palavras, estão criando um catálogo de cheiros alienígenas.

Já imaginou qual é o cheiro de Urano?

Compartilhe:

O Autor

Carla

Carla

Aspirante a programadora, sonhadora de olhos abertos e questionadora sem respostas. Adora jogos, internet e nomes científicos curiosos. Uma junção de bits estranhos.